Weby shortcut

Alterações Patológicas - Série Vermelha (Sangue Periférico)

Atualizado em 20/06/17 22:17.

 

 eliptacant

Figura 1: Eliptócito (seta) - hemácias que perdem elasticidade normal quando passam por um vaso sanguíneo de pequeno calibre devido à um defeito na proteína de membrana espectrina, não retornando ao seu formato normal;

Acantócito (seta tracejada) - hemácia que apresenta espículos, que são projeções citoplasmáticas distribuídas irregularmente ao redor da célula. Acantócitos tem espículos de variados tamanhos e em menor quantidade que hemácias crenadas.

 

policorseta

Figura 2: Hemácias policromáticas (seta tracejada) - diâmetro aumentado, coloração róseo-azulada e ausência de halo central (correspondem a reticulócitos jovens);

Ovaloequinócitos (seta) - possível indicativo de hipotireoidismo ou pode ser artefato.

 

11

Figura 3: Codócito (seta): hemácia apresentando um círculo no centro.

 

anisodacri

Figura 4: Anisocitose (diferença de tamanho entre hemácias), Pecilocitose (eritrócitos com formas anormais) e Policromasia (hemácias policromáticas - seta tracejada);

Codócitos (seta) - Hemácias em alvo;

Dacriócito (seta dupla);

Fragmentos de Hemácias (seta tracejada dupla);

 

 19

Figura 5: Hemácias em anelócitos (aumento do halo central indicando hipocromia, ou seja, baixa concentração de hemoglobina).

 

20

Figura  6: Anisocitose evidente: diferença no tamanho das hemácias.

Macrócito (seta) - Hemácia maior que o tamanho normal; Micrócito (seta tracejada) - Hemácia menor que o tamanho normal; Eritrócito de tamanho normal (seta dupla).

 

17

Figura 7: Eritroblasto policromático binucleado.

 

eriblast3

Figura 8: Eritroblasto basófilo (seta), Segunda fase de maturação eritrocitária (após o proeritroblasto), citoplasma azulado (basofílico), a cromatina começa a se condensar.

Eritroblasto policromático (seta dupla) -  Terceira fase de maturação eritrocitária, núcleo com cromatina condensada e citoplasma levemente acinzentado devido a hemoglobinização (confere acidofilia).

Eritroblasto ortocromático (seta tracejada) - Quarta fase de maturação eritrocitária, demonstrando núcleo picnótico e geralmente excêntrico ou sendo expulso da célula, citoplasma mais acidófilo (intensa hemoglobinização). 

  

21

Figura 9: Eritroblasto policromático (seta) e eritroblastos ortocromáticos (setas tracejadas).

Outros elementos: Monócito (seta dupla).

 

 eritorto1

Figura 10: Eritroblasto policromático (seta tracejada)

Outros elementos: monócito (seta).

 

eritrorto2

Figura 11: Eritroblasto ortocromático.

 

eritrotrto3

Figura 12: Eritroblasto ortocromático.

 

eritrorto1

Figura 13: Eritroblasto policromático.

 

18

Figura 14: Eritroblasto basófilo.

   

polichroma1

Figura 15: Eritroblasto ortocromático (seta).

 

 

 

  eriblast1

Figura 16: Eritroblasto policromático (seta)

Outros elementos: Segmentados (seta tracejada).

  

 

 eritr nucleo

Figura 17: Eritroblasto ortocromático expulsando o núcleo.

 

b_25

Figura 18: Eritroblasto ortocromático expelindo núcleo.

 

 

 

retic2

Figura 19: Reticulócitos (coloração com azul de cresil brilhante). Quinta e última fase de maturação eritrocitária, apresentando vestígios de RNA que conferem a característica de policromasia. Só podem ser identificados pela coloração com azul de cresil brilhante. Reticulocitose evidente.

 

retic3

Figura 20: Reticulocitose evidente.

 

retic4

Figura 21: Reticulocitose evidente.

 

9

Figura 22: Rouleaux eritrocitário - normalmente a carga ao redor das hemácias é negativa, o que causa repulsão entre elas. Esse efeito é conhecido como "Fator Zeta" e, quando este é anulado, as hemácias empilham-se formando o Rouleaux. Ocorre em situações como o mieloma múltiplo devido ao aumento de gamaglobulinas no sangue.

  

 

  

 

 

voltar o men inic

Listar Todas Voltar